NOTÍCIAS

Dia 8 de dezembro: plante uma árvore pra chamar de sua

03/12/2019

  Grupo Mulheres do Brasil

 

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, Franca deveria ter mais de 1 milhão de árvores, mas tem apenas 51 mil. Para ajudar a sanar esse déficit, o Verdejar vai plantar 3,5 mil árvores no próximo dia 8 de dezembro e convida todos os francanosa participarem dessa ação

 No próximo dia 8 de dezembro, o Verdejar, do Grupo Mulheres do Brasil, vai  fazer história em Franca. Num trabalho coletivo, que vai envolver toda a comunidade francana, o comitê vai plantar 3,5 mil árvores em área de preservação permanente no Jardim Noêmia, o maior plantio já realizado de uma única vez na cidade!

A ideia nasceu da preocupação de melhorar a arborização urbana da cidade. O Relatório de Arborização Urbana de Franca de 2019 aponta para uma contagem parcial das árvores da cidade de apenas 51.000. Não se sabe o número total mas certamente o deficit é grande. De acordo com a Organização Mundial da Saúde, uma cidade deveria ter 3 árvores por habitante, e portanto, Franca deveria ter mais de 1 milhão de árvores para a saúde e bem estar de sua população.

“Há uma longa distância a percorrer até a cidade chegar ao número ideal, mas se todos os moradores de Franca ajudarem, a caminhada será mais rápida”, disse Eliane Sanches Querino, líder do Mulheres do Brasil Núcleo Franca.

Essa ação especial do Verdejar vem sendo desenvolvida desde janeiro e foi elaborado, inclusive, um Estudo Locacional Para a Recuperação da Mata Ciliar, pelo engenheiro Célio Bertelli, que trabalhou pro bono. O Jardim Noêmia foi o local escolhido para o plantio por se tratar de uma área de 15 mil metros quadrados que sofreu desmatamento há décadas – para uso da agricultura – e hoje sofre com a expansão urbana sobre a área verde.

 O reflorestamento tem como objetivo fomentar práticas de conservação e promover a recuperação de recursos naturais, reduzir a perda de solo decorrente da erosão causada pela ausência de vegetação. O trabalho também  vai contribuir para aumentar fontes de alimentação e refúgio para animais silvestres da circunvizinhança, transformando o local num corredor ecológico.

 O sistema de trabalho escolhido para a recomposição da mata do Jardim Noêmia será o chamado “Sucessional”, que promove reflorestamento em curto espaço de tempo. Entre as espécies indicadas para o plantio no local estão: embaúba, jacarandá de espinho, chorão, pau-jacaré e vassoura, que têm crescimento rápido, alta longevidade e boa capacidade de sombreamento.

  

Eu vou!

 

Para participar desta grande ação pela natureza, basta comparecer ao local de plantio, que fica na rua Professor Moacir de Oliveira, junto à quadra da Feac, no Jardim Noêmia. “Estamos preparando tudo com muito carinho para que seja um momento especial e prazeroso para todos. Por isso, criamosuma inscrição prévia totalmente gratuita, no link http://bit.ly/verdejar ou as pessoas podem falar com a gente na página doVerdejar no Facebook, onde também é possível fazer eencontrar várias dicas sobre o dia do plantio”, disse Elaise Barbosa, líder e uma das responsáveis pela criação do Comitê Verdejar na cidade, em 2016.

 Esperamos todos nessa grande festa verde pela vida, pela saúde, pela sustentabilidade!

  

 Sobre o Verdejar

 

“Viver num local arborizado é mais saudável. Uma cidade arborizada é mais bonita, é mais fresca. O ar é mais puro, mais úmido. Conviver com as árvores nos garante mais saúde física e mental”, comenta Elaise empolgada com esse primeiro grande plantio na cidade.

 

Foi com base nessa premissa que o Comitê Verdejar começou suas atividades em setembro de 2016 e que realizou seu primeiro plantio em fevereiro de 2017. Até maio de 2019 foram plantadas cerca de 1.000 árvores emcasas, creches, escolas entidades, empresas e praças da cidade, por meio da doação de mudas pelos seus parceiros, entre eles:Unimed, Laticínios Jussara,  Tetra Pak, MacBoot, Ecoplans, Ibama de Ribeirão Preto, TipToeyJoey, Amcoa, Fazenda Daterra, Homea, Sapucaia e a Prefeitura de Franca

 

O Verdejar também intermediou a doação de mais de mil mudas para moradores. O trabalho constante do Comitê ganhou o respeito da comunidade, que hoje procura o Verdejar tanto para o trabalho de arborização em residências como para o trabalho de educação ambiental em creches e escolas.

 

As mudas são doadas por patrocinadores do projeto e o Verdejar busca a diversificação, sempre com a concordância do morador ou responsável pelo cuidado. Foram plantadas 23 espécies diferentes entre quaresmeiras, resedás, ipês de jardim,manacás, flamboyants, entre outras, além de várias frutíferas, como pés de acerola, abacate, pitangueira, romã, jabuticabeira, amora.

 

Sobre o Grupo Mulheres do Brasil

 

Presidido pela empresária Luiza Helena Trajano, o Grupo Mulheres do Brasil foi criado em 2013 por 40 mulheres de diferentes segmentos com o intuito de engajar a sociedade civil na conquista de melhorias para o país.

 

Sempre em crescimento, o grupo atualmente é formado por mais de 40 mil mulheres que atuam no Brasil e no exterior, em 46 núcleos espalhados em 30 cidades brasileiras e 18 em cidades do exterior.

 

A atuação do grupo se dá através de comitês que trabalham em causas que façam a diferença e, embora as milhares de mulheres tenham formações diferenciadas, atuações específicas ou classes sociais distintas, todas têm um propósito comum: querem construir um Brasil melhor a partir do protagonismo feminino.

 

O Núcleo de Franca começou suas atividades em abril de 2016 e atualmente trabalha em sete frentes: Comitê Educação, Comitê Franca+Limpa, Comitê Igualdade Racial, Comitê Mulheres do Trânsito, Comitê de Combate à Violência Contra a Mulher, Comitê Verdejar e Comitê Vozes.

 

Acompanhando a diretriz do grupo de São Paulo, o Núcleo de Franca tem uma agenda propositiva com planos de ação para pensar e agir levando em conta o todo, o que faça a diferença na comunidade. O grupo não tem partido e levanta a bandeira de apenas uma causa: o Brasil.O Núcleo de Franca se articula localmente em dezenas de projetos e tem como coordenadoras a empresária Eliane Sanches Querino e a psicóloga Janisse Mahalen de Lima.

 

Para mais informações

 

Elaíse Barbosa (líder do Comitê Verdejar): 16 98111-2004

 

Maria Lídia Borges Machado (vice-líder do Comitê Verdejar): 16 99969-4109