WHATSAPP: (16) 99288-3596
 
NOTÍCIAS

Santuário dedicado à Madre Teresa: lugar de paz e alegria no coração

08/09/2020

DA Redação : VAtican News 

Fotos: Divulgação

Postado por: Aline Aparecida 

 

Este Santuário é como "uma lâmpada de amor, humildade e esperança, colocado no meio do povo". São palavras de Dom Dodë Gjergji, Bispo de Prizren-Pristina, Kosovo ao descrever o profundo significado do Santuário e da concatedral dedicada a Santa Teresa de Calcutá, três anos após sua consagração em 2017. A Santa fundadora das Missionárias da Caridade, falecida há 23 anos, tem sua memória litúrgica no dia 5 de setembro e foi beatificada em 2003 por São João Paulo II e canonizada pelo Papa Francisco em 2016. Em sua vida realizou ações extraordinárias de amor pelos descartados de nosso tempo e costumava reconhecer sua imagem como a de um "pequeno lápis nas mãos de Deus".

 

A história do Santuário

O Santuário tem uma história muito particular, encontra-se no local da morte dos primeiros mártires São Floro e Lauro (século II d.C.) e perto do túmulo do Arcebispo Peter Bogdani. Com o apoio do primeiro presidente do Kosovo, Ibrahim Rugova, o terreno foi concedido e a pedra fundamental foi abençoada em 26 de agosto de 2005 pelo bispo Mark Sopi. Ambos morreram no ano seguinte. Isto atrasou os trabalhos de construção. Com a nomeação e chegada do então administrador apostólico, Dodë Gjergji, o projeto foi retomado e, após 10 anos de trabalho, em 2017, o Santuário foi consagrado. Em 2010 foi possível celebrar o centenário do nascimento de Madre Teresa no próprio Santuário, que ainda estava em construção na época.

 

Luz que ilumina o passado

"Como Igreja Católica queremos ser uma luz de paz e reconciliação", "uma luz que ilumine nosso passado também para que as pessoas possam redescobrir suas raízes cristãs", diz o bispo na entrevista, em referência ao sofrimento vivido pela população, particularmente nos anos da Guerra em 1998-1999, com uma violência que causou a morte de pelo menos 11.000 pessoas. O Santuário é um lugar central na vida de Pristina, capital do Kosovo, "e não apenas para os cristãos", recorda Dom Gjergji: "é uma maravilha ver como pessoas de todas as confissões, de todas as nações, vêm alegremente à catedral e têm uma experiência de paz e alegria no coração". O prelado também lembra dos laços de Madre Teresa com esta terra: de seus pais nascidos em Prizren à vocação recebida no Santuário de Nossa Senhora de Letnica durante a vigília de 14 de agosto de 1928.

 

O encontro com Papa Francisco

Sobre o encontro com o Papa na semana passada, Dom Gjergji relata: "Discutimos várias questões a respeito do nosso país, nosso passado e futuro, e também falamos sobre o Santuário de Madre Teresa. Fiquei surpreso quando o Papa me perguntou: Como está o Santuário de Madre Teresa? Falamos, então, sobre o significado do Santuário para nosso país. A missão de Madre Teresa "nas periferias das cidades e nas periferias existenciais permanece em nossos dias como um testemunho eloquente da proximidade de Deus junto dos mais pobres entre os pobres", disse o Papa Francisco na homilia da missa de canonização, apontando como ela "se comprometeu com a defesa da vida proclamando incessantemente que ‘quem ainda não nasceu é o mais fraco, o menor, o mais miserável" e como ela "inclinou-se sobre as pessoas indefesas, deixadas moribundas nas margens das ruas, reconhecendo a dignidade que Deus lhes dera.

 

Levar a mensagem de Madre Teresa aos jovens

O bispo de Prizren-Prishtin, que encontrou Madre Teresa duas vezes pessoalmente, lembra-se dela como uma mulher simples, boa e humilde, e salienta que ela é uma fonte central de esperança "para a reevangelização de nosso povo". "Tentamos", continua o bispo, "levar sua mensagem ao coração dos jovens porque não há exemplo mais belo do que o exemplo do amor de Madre Teresa por todos e em nome de Jesus Cristo".

 


AV. DISTRITO FEDERAL, 1341 - SÃO JOSÉ - FRANCA-SP | TELEFONE: (16) 3720-9309

©2017 VIDA NOVA FRANCA - Todos os direitos reservados - desenvolvido por Alsite Design